quarta-feira, 25 de julho de 2012

Delfim Neto está pessimista

Veja o que diz o guru do Guido Mantega, deputado da base do governo e lídimo representante da ditadura civil/militar nos anos 1964/1985. Com a palavra, Delfim Neto:
          Quando olhamos a situação social e econômica do mundo, não podemos deixar de sentir perplexidade acompanhada de um sentimento de apreensão. A sensação é a de que ele está caindo aos pedaços.
          Não há para onde fugir. Parece não haver esperança que nossos filhos e netos viverão mais tranquilos e melhores do que nós. Uma nuvem escura e um nevoeiro opaco transmitem medo aos empresários (que não veem por que investir), intimidam os consumidores (que não confiam na continuidade do seu emprego) e acovardam o sistema financeiro (que teme ver-se subitamente envolvido num descasamento mortal entre seus ativos e passivos).
          A explicação para tudo isso é que parte do sistema financeiro internacional transformou-se numa fonte inesgotável de patifarias.
 (O artigo pode ser lido na íntegra em http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/56412-pessimismo.shtml)

Nenhum comentário: