segunda-feira, 18 de junho de 2012

Noite longa em Taubaté



Cartaz confeccionado pela Prefeitura de Taubaté


Às 22 horas desta segunda-feira, dia 18, cerca de 200 pessoas já estavam na fila para fazer a inscrição para o sorteio de casas e terrenos promovido pelo Palácio Bom Conselho em pleno ano eleitoral. Detalhe: as inscrições começam oficialmente às 8 horas de terça-feira, dia 19. CONTATO esteve no local e percebeu a presença de algumas crianças no local. 

A primeira pessoa da fila está no mesmo lugar desde às 9 horas da manhã de hoje, dia 18. Não existe nenhum tipo de orientação ou infra-estrutura oficial para este período anterior à inscrição. O que mais tem é informação desencontrada e incertezas. As próprias pessoas da fila organizaram uma senha improvisada para não tumultuar a organização da fila de espera. CONTATO encontrou uma senhora de aproximadamente 50 anos com a senha de nº 190. Para alguns munícipes da terra de Lobato, a noite vai ser longa. Fotos Marcos Limão



Portão de acesso à Quadra da CTI




Senha improvisada pelos próprios cidadãos




Rua lateral da Quadra da CTI, onde serão feitas as inscrições, já está cheia de gente
 

2 comentários:

Anônimo disse...

Certa vez a Sra. Mercia Agostini disse que "pobre gosta de ficar na fila".Com isso perdeu a eleição,mas ela tinha e tem razão "eles gostam de uma filinha e como gostam.Agora pergunto :
ALGUÉM MANDOU ELES FAZEREM FILA??
Fazem fila para futebol,carnaval,shows etc. ..etc.. porque reclamar agora?
COMERÁS O PÃO COM O SUOR DE TEU ROSTO !SEM CHORO!!!

Prof. Mauro de Souza disse...

Se existe fila, para além das paródias e dos chavões costumeiros, uma coisas é certa, pela fila ficou comprovado sociologicamente, científicamente que um número gigante de taubateanos não têm casa própria, vivem de aluguel ou de favor, o santo direito da habitação deveria ser uma das prerrogativas do futuro prefeito a ocupar a distinta cadeira do Bom Conselho. Tudo pode ser uma falácia, discurso de sofista, ou qualquer outra coisa, agora, que uma família precisa de um lar, isso sim, é a maior de todas as verdades. Não se tudo isso é jogada política ou não, mas essas pessoas ficarão muito agradecidas se a Justiça e a Lei forem realizadas em suas vidas. Direito social = casa, educação, trabalho e saúde. Isso é o básico para se viver dignamente! O resto é conversa! Prof. Mauro de Souza - escritor e filósofo.