segunda-feira, 14 de maio de 2012

Mães que choram

Protesto contra a violência e contra a corrupção, realizado na manhã de sábado, dia 12, reuniu setores da sociedade civil mobilizada e estudantes secundaristas da terra de Lobato. As pessoas fizeram uma "vaquinha" para bancar um outdoor com o dizer: "13 de Maio. Mães de Taubaté choram", em referência ao Dia das Mães e os casos de homicídios em Taubaté. Foram 21 assassinatos e 3 casos de latrocínio (roubo seguido de morte) nos cinco primeiros meses do ano. Os manifestantes escolheram o outdoor ao lado do posto Petroval, onde recentemente um motociclista foi assassinado por bandidos. Aliás, em frente ao outdoor, a Prefeitura de Taubaté colocou uma estátua do Mazzaropi e, dias depois, um ladrão passou por lá e levou o cachimbo da estátua.
  
 

4 comentários:

Norival disse...

EDUQUEM AS CRIANÇAS PARA QUE NO FUTURO ELAS NÃO FAÇAM MÃES CHORAREM !!

J.Andrade disse...

A violência que se alastra no país, é em grande parte culpa do nosso jud iciário que não pune ninguém. Fácil criticar o legislativo que faz leis que criam subterfugios. Mas pergunto: será que nossos juízes, promotores, procuradores, desembargadores, OAB, não sabém da fragilidade das leis?Parece que quanto mais crise social, mais relevância tem o judiciário. Professor quem quer ser? Mande o filho do político, do juiz, do promotor serem professores em escolas públicas estaduais. Sugiro ao Lula, Alckmin, Dilma que mandem seus parentes diretos serem professores.

Anônimo disse...

A criminalidade dá lucro ao Estado,por isso é que não se criam LEIS MAIS SEVERAS !

Anônimo disse...

Qual o objetivo mesmo? Já já vão protestar contra o transito!