segunda-feira, 2 de abril de 2012

Comunidade esquecida

O bairro Vila Velha II, na divisa entre Taubaté e Caçapava, está completamente esquecido pelo poder público. Apesar de pagarem seus impostos em dia, o ineficiente Palácio Bom Conselho não consegue oferecer nem os serviços públicos essenciais. 

A Defensoria Pública precisou ingressar com uma Ação Civil Pública para obrigar a Prefeitura de Taubaté e a SABESP a implementarem serviços de coleta e tratamento de esgoto no bairro Vila Celha II, que abriga cerca de 400 pessoas. Hoje, os dejetos são lançados nas vias públicas por falta de saneamento básico, provocando mau cheiro e focos de possíveis epidemias de doenças graves como dengue, hantavirose, toxoplasmose, peste bubônica, tiquinose, teníase, leptospirose, dentre outras. 

A ação também visa regularizar o serviço de coleta de lixo no bairro, a limpeza de todas as ruas (que estão sujas e cobertas de mato) e a manter em funcionamento diário o único posto de saúde do local (que só atende cerca de 3 horas por semana e não conta com médicos e enfermeiras). 

A Defensoria Pública também requereu uma linha de transporte público para a comunidade. Os moradores precisam caminhar até a rodoviária de Caçapava para tomar um ônibus para Taubaté ou se arriscarem em carona Rodovia Presidente Dutra. Infelizmente as demandas legítimas e garantidas por leis para a população só são conseguidas mediante pressão e ação judicial. Oremos!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

É a cara do Peixoto. Prefeito porcalhão. O que faz que não o óbvio?