quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Fiscais de renda

Daqui a pouco, por volta das 18 horas, os fiscais de renda de São Paulo realizarão uma Assembléia Geral Extraordinária, que deve ocorrer simultaneamente nas principais cidade do estado. A categoria está mobilizada para pressionar o governador Geraldo Alckmin (PSDB). A lista de reivindicações entregue ao Secretário da Fazenda, Andrea Calabi, contempla a criação de uma lei orgânica para o fisco e aperfeiçoamento da carreira, como piso, promoções e implantação de teto único de vencimentos. Uma das propostas para a assembléia é a paralisação de categoria por pelo menos um dia. Na terra de Lobato, a reunião será realizada na Sede Regional da AFRESP, na Rua José Dias Carvalho, 130, Jardim Russi. Os trabalhadores apontam o trabalho realizado em 2011 – que nos sete primeiros meses do ano conseguiu arrecadar R$ 68,01bilhões em arrecadação, valor 10,8% superior a igual período de 2010 – como o principal motivo para corrigir problemas na carreira.

Nenhum comentário: