sexta-feira, 22 de julho de 2011

Mistério






Quem passou hoje pela Rua Pedro Borelli, na altura do número 39, no Bairro Parque Paduan, estranhou a quantidade de documentos dos Hospitais Regional e São Lucas espalhados pelo chão. Eram prontuários de vários pacientes do Vale do Paraíba.
Um munícipe chamado Felipe França recolheu vários daqueles prontuários e ligou para o Hospital Regional. Apareceram, então, duas pessoas com uniforme do hospital, pegaram os documentos que estavam com ele e foram embora. Depois, aparecem mais três funcionários do hospital e recolheram os demais que estavam espalhados pela rua. Um dos funcionários, identificado apenas como Eduardo, disse que aqueles papéis deveriam ficar guardados no arquivo do Hospital Regional por pelo menos 10 anos antes de serem descartados.

4 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo depois de 10 anos não poderiam ser jogados na rua. Caso fosse necessário o descarto no minimi teria que ser destruidos ou insinerados e ninca ficar exposto em via publica. muito estranho mesmo!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Um dos nome que vi já está enterrado no cemitério de Taubaté.Só se for homônimo...

Anônimo disse...

Só falta dizer que é culpa do Peixoto!

Anônimo disse...

Tem gente querendo defender o Prefeito até quando ele nem foi citado na reportagem. Isso deve ser coisa de algum puxa saco neurótico. Não é anônimo do dia 23/07/2011 18:36h