terça-feira, 14 de junho de 2011

O circo está montado

Foi lamentável o final da sessão da Comissão Processante que na tarde de hoje inquiriu o prefeito Roberto Peixoto. Cercado por uma tropa de choque de advogados paulistanos, regiamente pagos com dinheiro que ninguém sabe a origem mas intui qual seja, esses rábulas tumultuaram o final da sessão através de manobras dignas de movimento estudantil.
Infelizmente, a vereadora Pollyana Gama (PPS), apesar de todo o esforço e dedicação, acabou aceitando as provocações primárias de advogados dignos de hóspedes da Casa de Custódia dos velhos tempos. Mas, resta o consolo da existência da gravação integral das bobagens repetidas aos borbotões por um prefeito que deveria estar num picadeiro de circo mambembe, mas que infelizmente governa Taubaté graças a compra ostensiva de votos, conforme provou a Justiça Eleitoral.
Provavelmente, os recursos amealhados ao longo dos últimos seis anos e meio serão consumidos em grande parte para pagar regiamente essa tropa de choque estranha à terra de Lobato. Mas eles vão e o Peixoto fica. É aí que a porca torce o rabo.

3 comentários:

Eu acredito na justiça disse...

Amigos, quero tranquilizá-los: política é assim mesmo e num processo de cassação de mandato, arma-se um teatro, encena-se (alguns artistas, muito mal, por sinal)e no final tudo vira um circo. Mas a justiça tarda, mas não falha. O prefeito deu mais munição para a comissão processante em seus depoimento ridículo e terá, com certeza, seu mandato cassado. Eu ainda acredito. Parabéns Digão. Parabéns Pollyana.

Anônimo disse...

Com tanto malabarismo o Prefeitinho Peixoto não conseguiu fazer uma boa apresentação. Na consciência dos Taubateanos ele continua com a imagem de incompetente, fraco .....
Nossa esperança é ver a Câmara Municipal cumprir o seu papel, ou a policia Federal sair com ele algemado ( Desvio de recurso da merenda escolar ). Reportagens Rede Globo – Fantástico.

Mauro Taddeo disse...

A QUEM INTERESSA OS SERVIÇOS PÚBLICOS RUINS ? Tem edil que é daquele tipo clássico que torce para que os instrumentos públicos estejam sempre ruins (saúde, social, educação, etc) para que possa praticar o assistencialismo descarado que sempre lhe garante ser eleito, por inúmeros mandatos. Esse tipo clássico faz o jogo do Governo sempre em troca dos favorzinhos que ele pode contar da Prefeitura para assim praticar suas "boas ações" sempre para os mais carentes e desprovidos de qualquer consciência poilítica. Soma-se a tudo isso uma pitada de humor pitoresco e o fulano sempre vai agregar votos. Tenha certeza quanto maior o números de vereadores com esse perfil uma cidade tiver pior são os serviços públicos. Um dia vamos extirpar de vez esses oportunistas ridículos que fazem da vereança uma profissão e um bom ganha pão.