sexta-feira, 24 de junho de 2011

Justiça liberta Peixoto

O Superior Tribunal de Justiça decidiu agora há pouco soltar o prefeito Roberto Peixoto (PMDB) e a primeira-dama Luciana Peixoto, presos desde o dia 21 na Superintendêncial da Polícia Federal em São Paulo. Eles são investigados por corrupção ativa e passiva, fraude em licitações, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O contador Carlos Anderson dos Santos, porém, continua preso. Roberto e Luciana devem chegar a Taubaté ainda hoje.

Um comentário:

Anônimo disse...

Três dias de cana foram mais que suficientes para a desmoralização total desse cidadão. Se tiver vergonha na cara deve renunciar ao cargo para o melhor da cidade.