quarta-feira, 29 de junho de 2011

Depoimentos reveladores


Membros da CEI: Chico Saad (PMDB), Orestes Vanone (PSDB) e Alexandre Villela (PMDB)


Laurindo recebe orientações do advogado Anderson Werneck durante o depoimento

Vânia de Moura Miranda


Realizada na manhã do dia 28, a terceira audiência da CEI (Comissão Especial de Inquérito) das Lousas Digitais deixou muita gente com a pulga atrás da orelha. Prestaram depoimentos Laurindo Campi (representante da empresa que vendeu as lousas digitais) e Vânia de Moura Miranda (da Secretaria de Educação da Prefeitura de Taubaté). Os vereadores apuram se houve direcionamento na licitação.

Laurindo confirmou que conheceu o prefeito Roberto Peixoto durante uma reunião do CODIVAP (Consórcio que reúne as prefeituras da região) em agosto de 2010. Posterior a isso, em dezembro de 2010, a empresa fez uma apresentação aos representantes da Secretaria de Educação e do departamento de Compras da Prefeitura de Taubaté. Em janeiro de 2010 o edital foi aberto e a empresa acabou vencendo a concorrência solitariamente para fornecer lousas digitais para a municipalidade. Detalhe: o representante da empresa confirmou que forneceu as especificações técnicas para o Palácio Bom Conselho fazer o edital. “A empresa enviou as especificações técnicas e como a prefeitura montou o edital é problema dela”, disse Campi. O representante da empresa também confirmou que foi o próprio prefeito quem convidou a empresa para fazer a apresentação.

Vânia revelou que era a única representante da Secretaria de Educação durante a de apresentação realizada pela empresa em dezembro de 2010, mas admitiu não ter capacidade técnica para avaliar se o produto seria útil ou não à rede municipal de ensino. E a ordem para Vânia participar da reunião? Partiu do Departamento de Compras.

3 comentários:

Anônimo disse...

DEPOIS DESSAS DECLARAÇÕES O QUE DEVE FAZER A CÂMARA MUNICIPAL?
SE OS NOBILÍSSIMOS VEREADORES FOSSEM ÍNTEGROS E NÃO ESTIVESSEM COMPROMETIDOS COM O PREFEITO DEVERIAM SOLICITAR O AFASTAMENTO DO MESMO.
SE AS SECRETÁRIAS EFETIVAMENTE FUNCIONASSEM OS RESPONSÁVEIS DEVERIAM SER PRESOS;JA QUE FUNCIONAM COMO DIRETORIAS O RESPONSÁVEL É O BENDITO ALCÁIDE.

Anônimo disse...

Vânia de Moura Miranda é servidora temporária! Está na lista de demissão! Não tem cargo!

Licitações disse...

A representante da Secretaria de Educação, Vânia de Moura Miranda, a pedido do Departamento de Compras, participa de uma reunião sobre a compra de lousas – material que diz respeito exclusivamente à área em que trabalha – mas admite não possuir capacidade técnica para avaliar a utilidade do produto?