quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

PMDB: o maior partido do Brasil

Assista ao vídeo do jornalista Pedro Venceslau, colaborador do Jornal CONTATO e repórter do Jornal Brasil Econômico.

2 comentários:

Anônimo disse...

Coitado do Brasil...

Luiz Carlos Chiovatto disse...

Pois é, cada vez mais parece que alguns enchem-se de razão quando dizem que os anos de chumbo no Brasil serviram apenas para apagar da memória coletiva as noções de ética e moralidade na política.
É de se perguntar: para que serviram tantas mortes de nossos jovens na luta pela redemocratização, vítimas da implacável repressão e tortura imposta pelos malditos militares da época se ainda hoje convivemos com ditadores da espécie dissimulada do Prof. José Bernardo Ortiz?

Quem precisa de um "político" que ousa em seu discurso de posse atacar frontalmente a instituição "Ministério Público"? Só mesmo um ditador direitão irrecuperável para atitude tão desrespeitosa.

Pior é ter que conviver com seus comparsas, o Governador recém-eleito e o recém-empossado Secretário da Educação, que usurpando as vezes do poder judiciário, mostram-se com ares de juízes de altíssimo prestígio e conhecimentos jurídicos para inocentar o aliado, tentando abafar a opinião pública pela repugnância do Ato Gevernamental que nomeou o atual Ficha Suja para "administrar" orçamento tão valioso, já que nem perdemos tempo de mensurar sua atrasada e porquê não dizer anacrônica capacidade educacional.

Que pena que nossos concidadãos sejam tão mansos e cordatos. Pior que tudo é constatar que UNE, APEOESP e outras instituições omitiram-se vergonhosamente.