terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Violência



Inspetor Ernani, da Polícia Rodoviária Federal, faz uso da palavra

Vereador Digão (PSDB) não economiza nas críticas à Prefeitura de Taubaté perante o delegado seccional, Ivair Freitas, o Promotor de Justiça, Antonio Ozório, e o Presidente do CONSEG, Valmir Marques

Incitada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), a Câmara Municipal de Taubaté sediou na terça-feira, 25, a primeira reunião do Fórum Permanente de Segurança Pública, que servirá como suporte para a Comissão de Segurança, criada em 2010 pela Câmara Municipal. O Fórum captará as idéias e sugestões junto à sociedade civil e as repassará para a Comissão executar ou não. Uma das metas é buscar recursos juntos aos governos Estadual e Federal a fim de financiar projeto de combate à violência.


Desde o dia 1ª de Janeiro, a cidade registrou 11 assassinatos. Para o vereador Digão (PSDB), falta fiscalização (segundo o tucano, cerca de 80% dos bares na cidade funcionam de maneira irregular) e políticas públicas para não deixar os jovens serem aliciados pelo tráfico de drogas.

Nenhum comentário: