sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Água Quente

CONTATO recebeu a seguinte carta do cidadão Rauston Naves, morador do Bairro Água Quente: “Basta andar pelas ruas do bairro para constatar o abandono e a precariedade. A cada parada, uma nova reclamação. Os moradores culpam a falta de políticas públicas pelo aumento na criminalidade. As ruas do bairro sofrem com os buracos e a falta de iluminação. O projeto Reluz, implantado pela prefeitura, atendeu apenas parte do bairro. A quadra poliesportiva também está sem iluminação e cheia de rachaduras. Ela sofre com o mato alto e o descaso. Parte da mureta da quadra cedeu no dia 22 de Janeiro, quando crianças praticavam escolinha de futebol. O mato em volta da quadra chegou a ser cortado pela prefeitura, porém apenas com maquinário. Já as partes onde a máquina não entra, o mato não foi cortado. O mato e o lixo recolhidos no local não foram levados e deixam ainda mais o lugar com cara de abandono. Os moradores estão revoltados. O matagal esconde a gangorra e o balanço do parquinho do bairro (fotos). Os moradores do Água Quente também questionam o fechamento do Centro Comunitário durante os finais de semana, dias em que as crianças têm de voltar para as ruas".








Nenhum comentário: