sexta-feira, 21 de maio de 2010

Suspensos direitos políticos de Chico Saad (PMDB)

O TRJ – Tribunal Regional de Justiça suspendeu os direitos políticos do vereador Chico Saad, de sua filha Cinthia, e dos assessores Alexandre Peres, Flávio Máximo e Gilson Bilard Figueira.

Motivos? Muitos. Confira na transcrição literal: “Improbidade administrativa - Viagens em veículos oficiais da Câmara Municipal - Utilização por particulares, em companhia de Vereador ou de seus ssessores - Alegado uso para transporte de pessoas carentes para atendimento médico em outras localidades - Desvio de finalidade - Caracterização de ato ímprobo - Critério para sanção da conduta irregular"

Confira ainda algumas conclusões transcritas literalmente do acórdão assinado pelo Juiz Desembardador Borelli Thomas

Página 6:
Pergunte-se a algum transportador, qualquer um, se ele transportaria alguém gratuita ou graciosamente só por haver lugar vago no carro, na Van. no ônibus, no avião, no barco, no navio, e o veículo ter que ir mesmo ao destino. A resposta, fato notório, será um sonoro não. O mesmo haverá de se dar em situações como esta em que o encargo não incumbe à Câmara Municipal,muito menos ao Vereador, mesmo porque, convenhamos, é demais estranho que alguém doente se abolete ao lado do edil ou de algum de seus assessores, ou mesmo da filhadele quando assessora, e vá sabe-se lá em que situação até o tal atendimento médico”.

Página 7:
Repito, à exaustão, cuidar-se de gentileza com chapéu alheio”.

Página 10:
Seja o réu Vereador, sejam os réus assessores, todos estiveram diretamente envolvidos nesse desvio, pois não se pode ressalvar que estes estiveram sob as ordens daqueles e, com a devida vênia, não se cuida de ato único do Vereador, que não teria estado em determinada Secretaria de Estado após documento firmado por ele assim afirmar e outro, da dita Secretaria, negar”.

Página 13:
Obedecido o princípio da proporcionalidade, a que já fiz referência, vejo como cabível uma das sanções previstas no artigo 12, II, da Lei nº 8.429/92, qual seja, suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pena que entendo se amoldar ao que deva resultar de pedagógico dela, com perda de função pública que eventualmente estejam exercendo”.

13 comentários:

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk
Chico puxa saco eterno lambe botas de qualquer prefeito se ferrooooou!!!!!!!

Anônimo disse...

E AS BOLSAS QUE O LULA DISTRIBUI SÃO O QUE? É A COMPRA DE VOTOS MAIS DESCARADAS JÁ VISTO NESTE PAÍS DE JUSTIÇA HIPÓCRITA !
TEM MAIS VEREADORES QUE FAZEM USO DOS VEÍCULOS DA CAMARA PARA AGRADAR ELEITORES E NÃO SÃO CITADOS!
ISTO É UMA VERGONHA!!BC.

Anônimo disse...

Agora nos resta ver se vai acontecer algo, ou será aquela lenga lenga de recurso daqui, recurso dali e... nada acontece, como sempre.

Anônimo disse...

ate que em fim ta começando a melhorar a politica em taubate ,o primeiro ja foi quem sera o proximo

Anônimo disse...

Improbidade administrativa ? O que é isto ?
O Vereador Saad é uma das pessoas mais sérias e comprometidas com seu trabalho que tenho conhecimento. Se comete ou cometeu excessos de cunho administrativo, o faz em benefício da população, sem avaliar que o possível prejuízo aos "cofres públicos" se faz em detrimento do povo.
O culpado não é o Vereador. Culpados somos nós, pela cultura clientelista que sempre caracterizou a relação eleitor-político: tem meu voto e meu apreço se me mostra o que ganho com isso.
A Lei de Gérson colocada em prática, e se não faço, os outros o fazem e nas urnas são abençoados pelo povo. O Vereador Saad não atende os meus pedidos, vou falar com aquele outro, que tem até ambulância à disposição da população. Uma total inversão de valores, o Legislativo obrigado a atuar nas áreas em que o Executivo não é capaz de cumprir sua obrigação.
Ao TRT nossos aplausos, por escolher a dedo o vilão que será defenestrado em praça pública e que servirá de exemplo aos demais.
Esperemos que seja enfim, o início de uma nova era...

Anônimo disse...

não vai dar em nada, visto que todos os membros da quadrilha peixoto são todos imunes

Anônimo disse...

Por falta de motivação, deixarei de acessar e comentar neste blog.

BETO disse...

meus deus não publicaram meus comentarios e agora quem podera me ajudar.

Anônimo disse...

E aí pessoal,cadê os comentários ??
Assunto tem bastante,vamos lá pessoal

Anônimo disse...

atualizem por favor!

Anônimo disse...

QUANTO SERÁ QUE O ADVOGADO DA VÍTIMA DO SAMUEL MONTECLARO RECEBEU PARA ACEITAR UM ACORDO RIDÍCULO DESSE MODO COMO FOI FEITO ????

Anônimo disse...

Assisti uma matéria na TV Band na qual aparecia uns cidadãos Taubateanos na África do Sul, entre eles um muito parecido com o vereador Luizinho da Farmácia. Gostaria de saber se era ele mesmo, caso positivo se o parlamentar está sob lincença NÃO remunedara. Eu já enviei e-mail para ele e ainda não obtive resposta. Aguardo.João de Medeiros - Taubaté

Anônimo disse...

Parabéns ao MP. Basta de clientelismo as custas dos incaultos contribuintes.