quinta-feira, 15 de abril de 2010

Sem vencedor à vista

O clima entre advogados e apoiadores das duas partes no julgamento foi o melhor termômetro para se avaliar a falta de resultado final até o momento: ninguém ousava sequer esboçar o menor sinal de “já ganhei”.
Uma observação um pouco mais acurada, porém, parece apontar uma maior preocupação entre os defensores do prefeito Roberto Peixoto. Roberta, sua filha e também advogada, deixou-se flagrar chorando copiosamente no ombro do marido – um dos maiores beneficiários pela gestão do sogro à frente da Prefeitura - durante a sustentação do Procurador Regional Eleitoral, na qual pedia a condenação de Peixoto.
Nessa altura do campeonato, enquanto as torcidas farão suas festas os advogados de ambas as partes deverão rezar o velho mantra que diz que “prudência e caldo de galinha não faz mal a ninguém”.

Nenhum comentário: