quinta-feira, 1 de abril de 2010

Agressão à Imprensa

Fotógrafo do jornal Vale paraibano é agredido com uma cabeçada no rosto por um segurança do Pronto Socorro Municipal. A vítima Thiago Leon apenas fotografou o grande número de munícipes que aguardavam na recepção do PS. Agindo com truculência, o segurança Evandro Luiz Benedito justificou que foi orientado pelo diretor do Departamento de Saúde de Taubaté, Dr. Pedro Henrique Silveira. Em audiência pública na Câmara Municipal, o diretor foi questionado pelo Conselho Municipal de Saúde, por quais razões os membros do Conselho foram proibidos de entrar em PAMOs enquanto fiscalizavam os atendimentos prestados pelo serviço público. Pasmem! Em audiência transmitida ao vivo pela TV Câmara nesta quarta-feira, 31. O diretor utilizou o lamentável fato como exemplo para afirmar que ninguém pode entrar no Pronto Socorro nem nos PAMOs sem sua autorização. Ato repudiado por Jornal Contato. Acompanhe o trecho da audiência onde Pedro Henrique desrespeita a liberdade de imprensa,um abuso, que fere a democracia brasileira. Veja a reportagem completa no Jornal Contato desta semana, edição n°450.

16 comentários:

Anônimo disse...

Lamentável.
Profundamente lamentável que um doutorzinho de merda desses queira dar vazão a suas necessidades despóticas em nome de "respeito ao pudor das pessoas".
Que moral tem uma administração que reiteradamente desrespeita os seus munícipes, seja pelo precário atendimento, seja pela constante falta de remédios, seja pelo pouco apreço que demonstram pelo princípio constitucional que diz que SAÚDE É DIREITO DO CIDADÃO E DEVER DO ESTADO.
Um sujeitinho desses merece uma bela de uma surra para aprender a não cantar de galo com coisa séria.
Tivesse vergonha na cara esse medicozinho não haveria de deixar faltar sabão e papel toalha nas dependências da Prefeitura, cujos Servidores, em plena era da A(H1N1), não podem higienizar-se durante suas diárias jornadas de trabalho. Tivesse vergonha na cara e Taubaté não seria município campeão da disseminação dos casos comprovados de dengue, etc., etc.
Esse arremedo de doutor está pensando que está lidando com crianças que tem medo de bicho-papão. Quem é que quer fotografar um consultório médico com pessoas nuas? Só mesmo na cabecinha inchada desse energúmeno para pensar uma coisa dessas. O que se pretende é fotografar a quantidade de pessoas desesperadas por atendimento por causa da proliferação da dengue.
Tivesse esse doutorzinho de merda realmente preocupado com o pudor das pessoas, não haveria de permitir que senhoras da comunidade fossem atendidas por médicos nos PAMOS da municipalidade sem a presença de uma assistente junto da paciente, isto sim é demonstrar preocupação com a população.
Abaixo as políticas de censura e repressão impostas por esse ditadorzinho que está Chefe de Departamento Médico da Municipalidade de Taubaté.

Daniel "Beça" disse...

É...Ele diz: "(...)Tem que pedir AUTORIZAÇÃO para entrar no PAMO. A própria Rede Globo me pediu autorização e eu disse: 'NÃO-VAI-ENTRAR!'(...)". Peraí, se não pedir autorização, não pode. Se pedir autorização, não pode do mesmo jeito? Que isso? Tá com medo?

Cristian Martins disse...

Parabéns a imprensa Taubateana que divulgou esse absurdo contra um colega. Parabens ao contato pela excelente matéria e parabéns ao Doutor Pedro Henrique, Diretor do Departamento de Saude, que mostrou quem realmente é. Um inimigo da democracia e liberdade de imprensa.

Anônimo disse...

Pena que voces não defendam o "pudor das pessoas" de maneira mais convincente. POr ex, apodrecendo nas filas pra atendimento, remedios baisocs que não são entregues, exames que levam meses, anos pra serem feitos. Taubateanos e moradores de nossa cidade, aprendam a VOTAR ou iremos todos sendo pisoteados e roubados or politicos inescrulosos. Medicos sem ética.Não sendo em sala de atendimento, quartos, u.t.i. , querem proibir a população de ver as filas e o atendimento "feito" às pessoas? Que piada sem graça.Criem vergonha na cara. Pudesse ter nascido em outra terra. Não foi à toa que Lobato não quiz sequer a poeira desta terra regida por (como diz dona Hebe), Pessoinhas. Dona Nice muito se aborrece em não poder ver pessoas descentes no comando desta cidade.

Anônimo disse...

É isso aí "Pedrão" ! Tem hora que jornalista precisa de um corretivo!
Apoio o trabalho deles !Sou contra a censura e lembro a todos que o "lulla" impos censura ao ESTADÃO,IMPEDINDO DE NOTICIAR SOBRE A FAMILIA DO ZÉ SARNEI. É o nosso aprendiz de ditador ! Mas vai se dar mal !

Anônimo disse...

É isso aí "Pedrão" ! Tem hora que jornalista precisa de um corretivo!
Apoio o trabalho deles !Sou contra a censura e lembro a todos que o "lulla" impos censura ao ESTADÃO,IMPEDINDO DE NOTICIAR SOBRE A FAMILIA DO ZÉ SARNEI. É o nosso aprendiz de ditador ! Mas vai se dar mal !

Anônimo disse...

Vc pode chegar em uma sala daquelas e pegar uma pessoa nua sendo molestada por um médico. Então não pode permitir o acesso à imprensa.

Um absurdo!

Fora Chavez, volta pra Venezuela!

Anônimo disse...

é...
eu vi a transmisão na tvcamara. nem mesmo a comissão q investiga a saúde de tté tem permissão para visitar e averiguar as denúncias.
absurdo!!
o diretor não soube explicar as divergências dos dados apresentados, nem sobre a quantidade de funcionários sob sua responsabilidade.
nem a apresentação em slide foi satisfatória. não houve uma comparação entre os períodos para ver se houve melhora ou não. apenas uma leitura muito mal feita, sem explicação dos significados dos dados e das siglas.
o diretor apenas defendia o prefeito e criticava as ações do promotor, de forma indecorosa. não respondeu às indagações dos membros presentes e quando tentou responder uma do Joffre Neto se perdeu e acabou se entregando como um incapaz de ocupar tal cargo. ele não sabe comparar números!
não sei como q o DR PEdro, q de doutor não tem nda, voltou ao Departamento de Saúde.
mistérios da atual administração.

Anônimo disse...

Debate sobre censura na imprensa! http://ow.ly/1ui42

Anônimo disse...

´SÓ,uma coisa a dizer é brincadeira,só pode ser.FICO pensando porque o diretor voltou para o dep. de saúde,será que foi porque a dra Rita é honesta e uma excelente profissional,e jamais iria compartilhar coisas erradas da atual administração.Engraçado que ele voltou depois que a camara municipal aprova abertura de cei contra empresa ACERT,podem falar o que quizer onde a fumaça a fogo.aguardem....

Anônimo disse...

Em Taubaté, principalmente referindo-se na área de saúde nada é mais novidade.

Anônimo disse...

Coloca um louco p administrar a saude e quer que funcione?

Anônimo disse...

Isto é... Taubaté
Não tem justificativas para tal ato como este, que não só fere a liberdade de imprensa como tambem fere a todos municipes que desejam informações. A sorte é que temos jornalistas de carater que não se calam e se deixam abater diante de uma coisa destas. Para nós estudantes de jornalismo é isto que nos força para continuramos nossos estudos e denunciar todo ato icompetente seja de qual administração for!

Anônimo disse...

este indivíduo que aparece dando esclarecimentos, ví certa vez estava num laboratorio de analises clinicas, perguntei para uma funcionaria o que ele estava fazendo lá, ela me falou que era um dos donos de lá, que fiz, no mesmo instante saí de lá não fiz o exame que estava marcado, procurei outro laboratório e ai fiz, lugar de gente omissa como esse cidadão deveira estar longe de uma administração.(como faz parte da quadrilha).

Anônimo disse...

Dê o nome desse laboratório para nós comprovarmos a veracidade da "notícia",porque não é pelo fato de uma pessoa que vc não gosta ser o dono que os empregados no caso são os médicos técnicos que fazem o serviço
vão executa-los mal feito!

Anônimo disse...

Embora nada justifique a atitude do secretário de saúde, penso que o exemplo vem de cima, o chefe da nação já tentou calar a boca de diversos veículos de comunicação, vejam só o exemplo do prefeiro de São Bernardo do Campo, o tal de Luiz Marinho (PT)mebro da quadrilha que se estalou no poder, foi omisso quando soube que aqueles guardinhas municipais, analfabetos e de merda agrediram o reporte do programa CQC da TV Band.