terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Acorda Pollyana

Preocupada com a desigualdade entre homens e mulheres, a vereadora e professora Pollyana Gama (PPS) sugeriu ao prefeito de Taubaté a criação de um Conselho Municipal de Políticas Públicas para mulheres, para garantir os direitos femininos.
O Conselho, segundo a vereadora, iria reforçar a relação efetiva entre população e o governo municipal ao "implementar políticas públicas que efetivem os direitos humanos das mulheres e elevem a sua cidadania, num sociedade justa e igualitária.”
A vereadora não faz qualquer referência à Casa da Mulher Vitimizada inaugurada há cerca de dois anos pela Prefeitura e que até hoje não recebeu um única mulher. Não seria mais lógico pressionar o prefeito para pelo menos atender as mulheres vítimas de violência doméstica em vez de apenas encaminhá-las ao Pronto Socorro? Mais um Conselho pra quê? Para contratar mais amiguinhos? Nossa sugestão: Vereadora, dá um pulo na Casa da Mulher Vitimizada e conta para o Jornal CONTATO o que viu.
EM TEMPO: Edição 416 de CONTATO, de 3 a 10 de julho de 2009, esse assunto foi reportagem de capa.

4 comentários:

Anônimo disse...

porque vc nao ajuda a campanha do sinticato do conluta para a luta do fora peixoto e para de mamar na teta do municipio ,e age como o povo precisa melhorando o atendimento no posto de saude ,nas escolas,no lixo que fica mais de 7 dias no portao enfeitando a frente da casa. acorda pollyana para a realidade aqui nao e reality show nao ,aqui e taubate

Anônimo disse...

Pollyana vc vive pulando de galho em galho e nada faz, nem mesmo pela sua classe que vc tentou e acabou prejudicando a todos. Sossega menina o seu dever é fiscalizar tudo que esta errado e vc já perdeu o seu lugar como líder do peixoto na camara, pois a Luciana não gosta de vc, então faça o seu trabalho, pois seus ex eleitores confiaram e vc e agora vc fica em cima do muro.

Anônimo disse...

Mas é uma bela Gata essa Pollyana !!

Anônimo disse...

pollyana ja q vc procura politicas pública e igualitária para as mulheres por q ñ ajudar uma causa nobre q é a luta das mulheres portadoras do virus da aids em taubate