sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Ditadura cubana assassina dissidente

Não existe qualquer justificativa para a morte anunciada de um dissidente cubano após 85 dias de greve de fome nas masmorras dos irmãos Castro

Encontrei-me por acaso com o professor Celso Brum em um dos supermercados da terra de Lobato. Militante histórico do PMDB desde os tempos do MDB, Brum queria conversar sobre política. Rapidamente, opinou que o prefeito Roberto Peixoto não será cassado. Baseado em quê? Em informações até de oposicionistas como o vereador Henrique Nunes (PV) presidente da Câmara. Depois, passou para a política nacional. Despejou cântaros de loas ao governo Lula. Baseado em quê? Números e mais números divulgados diariamente pela imprensa. Só faltou encerrar com um “Nunca antes nesse país...” Deixa pra lá. Gosto do professor, assim mesmo.
Respondi-lhe que Lula apenas dera continuidade à política posta em prática pelo governo FHC. Antes, porém, rebatizou-as para encobrir a paternidade. Infelizmente, continuei, o problema é político e não numérico. Os números justificam o apoio declarado do grande capital financeiro nacional e internacional ao governo petista e escondem as grandes questões políticas colocadas sob o tapete vermelho.
Na sua origem, o PT queria acabar com as injustiças, com as classes sociais, enfim, mudar a ordem imposta pelos setores oligárquicos dominantes. E essa mudança só seria possível com um movimento social massivo, forte, independente e autônomo. E o que aconteceu? O governo Lula atrelou o movimento sindical e o movimento estudantil, corrompeu-os até a medula e criou uma nova classe baseada em uma burocracia formada por ex-sindicalista. Além disso, Lula engoliu literalmente o PT transformando-o em uma correia de transmissão de sua vontade.
Passados alguns dias, tenho vontade de reencontrar o professor Celso Brum. Gostaria de saber sua opinião sobre o macabro assassinato do cubano Orlando Zapata nas masmorras da ditadura cubana. Gostaria de saber sua opinião sobre a fotografia registrada oficialmente pela entourage que acompanha Lula onde o presidente aparece sorridente e fagueiro entre o ex-ditador Fidel Castro e ao atual, seu irmão Raul Castro.
Gostaria de saber também a opinião do professor a respeito se é possível conciliar o 3º Plano (antes era apenas um Programa) de Direitos Humanos apresentado recentemente, com essa postura cínica que endossa todos os crimes cometidos pelos governos aliados do governo petista.
Gostaria de saber a opinião do professor sobre as perseguições impostas a todos os dissidentes do regime cubano, à absoluta falta de liberdade de imprensa justificada por Lula com um silêncio obsequioso com a desculpa de que não irá se intrometer na política interna da dinastia Castro. Aliás, o próprio Lula posou para seu fotógrafo oficial clicando o ministro Franklin Martins, meu amigo, sorridente, com os dois Castro que representam a ditadura e a falta de liberdade na América latina.
Pergunto ainda a esse veterano lutador por liberdade democrática, Celso Brum, como ele se sente diante da denúncia feita pela blogueira cubana Yoani Sánchez que postou uma entrevista com a mãe do dissidente onde pergunta: "Por que não deram a meu filho as condições carcerárias que [o ditador cubano Fulgencio] Batista deu a Fidel?" Será que fiz entender algumas das razões políticas que embasam minhas críticas ao governo Lula e seu devidamente digerido partido da boquinha que já foi dos trabalhadores?
Meu caro Brum. Passei 5 anos e meio de minha vida nos cárceres da ditadura brasileira, sendo que por mais de três anos em celas chamadas solitárias. Fiz duas greve de fome sendo uma de seis dias e outra de longuíssimos 33 dias. Fui espancado na Operação Bandeirante pelo então major (hoje coronel da reserva) Brilhante Ustra que queria me fazer comer na marra. Ele não conseguiu. Nesses períodos, sobrevivi apenas com água, tal qual o cubano Orlando Zapata Tamayo que veio falecer após 85 dias de greve de fome. Ninguém morreu de greve de fome durante a ditadura militar que atormentou o Brasil por 21 anos (1964/1985).
Dá para entender agora porque critico a política do governo Lula? E para não deixar em branco, o bom aluno de FHC poderia ter aprendido também um pouco sobre direitos humanos. O ex-embaixador Luis Felipe Lampreia, quando chanceler do governo FHC, em 1988, em visita oficial a Cuba, encontrou-se com dissidente daquele regime, o que irritou profundamente o ditador Fidel Castro.
Uma postura bem diferente de um presidente brasileiro que sorri quando o ditador Raul Castro acusa os Estados Unidos pela morte de Zapata.

MÃOS GRANDES



Tem mais na edição impressa de CONTATO

Que coisa feia professor Pimentel!!

Mais um tempero da Tia Anastácia no Jornal CONTATO que já está nas bancas.

Sábado, 20, professor Marcelo Pimentel, chefe do departamento de Comunicação, disse em sala de aula que o Jornal CONTATO não teria vida longa porque bate de frente com o prefeito. Na segunda-feira, 22, questionado pelo nosso diretor de redação, Pimentel confirmou mas saiu pela tangente. Na quarta-feira, 24, uma aluna de Jornalismo estagiária de CONTATO foi ouvir e gravar a versão oficial. “Não vou falar nada, porque foi um problema interno de sala de aula. Se ele quiser, ele publica o que disseram para ele que eu falei”, foi a resposta do professor. “No comments”, como diria Tia Anastácia em javanês.

MUDANÇAS NA UNITAU?

Alguns temperos da Tia Anastácia que podem ser encontrados no Jornal CONTATO já nas bancas da terra de Lobato

Tudo indica que em maio será eleito um novo reitor. Com a imagem desgastada em todas as esferas da vida social, acadêmica e política, tudo indica que a ainda reitora Maria Lucila Junqueira Barbosa já começou a limpar a mesa. “Pudera, essa moça conseguiu brigar com o mundo”, pensa em voz alta Tia Anastácia

Vice-reitor é o mais cotado...
Professor José Rui é candidatíssimo. Em 2006, quando o processo eleitoral tinha outras regras, não havia chapa, ele foi eleito apesar de não ter qualquer vínculo com Lucila. Esse ano, a eleição será casada. Cada candidato a reitor terá um candidato a vice. E nesse quesito, o vice atual está bem cacifado. “Se for eleito, será que o José Rui me faz uma serenata?”, indaga a veneranda com um estranho sorriso nos lábios.

... mas ainda tem jogo
Ana Aparecida, pró-reitora de extensão universitária, pessoa de confiança da Lucila, seria a candidata da situação tendo como vice Edna de Oliveira Chamon, do departamento de Economia. Diante da derrota mais que anunciada, a magnífica teria tentado emplacar sua candidata para ser vice do professor José Rui. Deu xabu!! “Não se faz mais fogos de artifícios como antigamente”, pensa em voz alta Tia Anastácia.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Aumento ou tiro no pé?

As Comissões de Justiça e Finanças da Câmara Municipal reuniram-se, na terça, 23, com os diretores da Prefeitura de Taubaté (Julio César de Oliveira e João Carlos Barbosa da Silveira, respectivamente, diretor de Administração e de Finanças) para explicarem sobre o aumento do valor da referência para o funcionalismo municipal. Hoje, quarta-feira, 24, o projeto foi aprovado. Haverá, portanto, aumento para funcionários que estão com referências entre 18 e 31. Ou seja, o piso salarial da Prefeitura será de R$ 790,00. Serão beneficiados 2.965 funcionários .
Segundo o diretor de Finanças, haverá um aumento de despesas de R$ 1 milhão por mês e poderá zerar a capacidade de investimento da Prefeitura, sem levar em conta o impacto que o aumento provocará nas despesas do Instituto de Previdência Municipal de Taubaté (IPMT). Os diretores garantem que o abono do final do ano só será pago se houver aumento de receita ao longo do ano.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Luizinho é o novo? líder de Peixoto na CMT

Finalmente, Luzinho ex-Faramácia (PR) saiu do armário e assumiu publicamente o que já fazia informalmente: é o novo líder do prefeito Roberto Peixoto na Câmara Municipal. Só os leitores de CONTATO e desse blog não sabiam...

ROBERTO FREIRE VISITA CONTATO


Presidente nacional do PPS (Partido Popular Progressista), ex senador, deputado federal e deputado estadual, e também ex-candidato a presidente da República, o pernanmbucano Roberto Freire faz parte da História brasileira contemporânea. Ex-comunista de carteirinha, hoje é um democrata radical, crítico feroz do governo Lula e da falta de rumo do Partido dos Trabalhadores.
Freire fez uma visita à redação na manhã de terça-feira, 23, acompanhada de Myriam Alckmin, vice-prefeita de Pindamonhangaba.
Mais informações sobre sua história e seus projeto políticos (é candidato a deputado federal) você encontrará na próxima edição de CONTATO.

Na foto, Myriam Alckmin e Roberto Freire conversam com o diretor de redação

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

OLHA A CABELEIRA DO ZEZÉ



"Será que ele é?"

Tinha traveco pra dar com pau na Avenida do Povo

LULA FOGE DO MENSALÃO

Há 3 meses presidente não abre o bico sobre mensalão. Uma "tentativa de golpe", segundo afirmam os petralhas reunidos em Brasília para realizar seu quarto congresso. Mas a Justiça parece que ainda não esqueceu o escândalo. O STF reenviou ao presidente as 33 questões do Ministério Público sobre processo, que dormem nos escaninhos da Casa Civil desde novembro de 2009.

As questões foram elaboradas pelo Ministério Público Federal, que é o autor do processo em andamento no STF sobre a suposta compra de apoio de partidos e políticos pelo PT entre 2002 e 2005.

A demora de Lula em responder as questões, o ministro do STF Joaquim Barbosa, relator do processo, reenviou-as ao presidente na sexta-feira, 5. Se não apresentar seu testemunho por escrito, Lula pode responder pelo crime de desobediência à ordem legal.

A Folha de São Paulo teve acesso ao questionário e conta que ele possui 33 tópicos, alguns deles com várias questões sobre um mesmo fato.
Em um dos tópicos mais incisivos, o Ministério Público Federal perguntou quando Lula "teve conhecimento do repasse de recursos pelo PT para partidos político da base aliada do governo federal".

No documento, a Procuradoria indagou também se, antes da surgimento do escândalo do mensalão na imprensa, Lula conversou sobre o assunto com os petistas José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoino, João Paulo Cunha e Sílvio Pereira, que exerciam cargos de direção no governo ou no partido quando o escândalo veio a público.

A Procuradoria também questionou se Lula conhece pessoalmente o publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza, o suposto operador do mensalão, e se Valério já foi recebido pelo presidente na residência oficial da Granja do Torto. O Ministério Público chega a perguntar, no caso de uma resposta afirmativa sobre o contato entre os dois: "Marcos Valério foi apresentado como profissional de qual área?"

O presidente é indagado sobre repasses do PT ao PL na campanha de 2002, que teriam sido negociadas com o deputado federal Valdemar Costa Neto (SP), e sobre débitos com o publicitário Duda Mendonça -ambos são réus na ação do mensalão. A Procuradoria questiona se Delúbio Soares já "agendou ou intermediou reuniões de empresas" com Lula.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Coitada da Maria Alcina

Olha só ao risco de acidente que os inquilinos do Palácio Bom Conselho expuseram Maria Alcina, a única estrela de primeira grandeza na Avenida do Povo. Corajosa e profissional, ela não escondeu o medo que tem de altura. A grua que a elevou ao destaque do carro alegórico e o cercadinho onde ficou não tinham as mínimas condições de segurança. Deus é taubateano. Saravá!!

CONTATO AMANHÃ NAS BANCAS

A edição do Jornal CONTATO dessa semana traz reportagens sobre os bastidores do baile do Copacabana Palace e do Camarote da Brahma, no Rio de Janeiro, feitas por Pedro Venceslau. Além disso, existe muita matéria sobre o Carnaval na Avenida do Povo, em Quiririm e no TCC.
Mas, IMPERDÍVEL mesmo é matéria sobre as vaias sofridas pelo prefeito e sua cara metade em Quiririm e na Avenida do Povo.
Não deixe de ler!!

Burrice ou Incompetência?

Em primeiro lugar, queremos pedir desculpas aos professores da rede municipal de ensino. Temos certeza que existem profissionais que são literalmente marginalizados pelas burocracia que reza a cartilha do chefe de plantão.
Em segundo lugar, já era hora dos professores pressionarem o DEC. Se alguém entrar naquele mesmo endereço http://educacao.taubate.sp.gov.br/eventual_online/ poderá ver com os próprios olhos que foi corrigido apenas a grafia de compareça (tiraram os 2 s), mas não conseguiram ver que existem dois outros erros, sendo um de grafia e outro de regência. Tudo isso em uma linha de texto. São falhas que comprometem essa categoria cuja dedicação profissional exige uma vocação franciscana.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

MAIS UMA VAIA

Ontem, terça-feira, 16, o prefeito Roberto Peixoto (PMDB) recebeu mais um tsunami de vaias. E foi em Quiririm, de novo. Um repeteco digno de registro. Mais detalhes estarão no Jornal CONTATO, que estará nas bancas na sexta-feira, 19. Dessa vez, o presidente da Câmara, vereador Henrique Nunes (PV), não estava presente. Aliás, Nunes foi informado sobre essa segunda sessão de vaias pela nossa reportagem no baile do Taubaté Country Club.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

PEIXOTO VAIADO EM QUIRIRIM

Um leitor no enviou o seguinte emais:

"Na final do festival de marchinhas de Quiririm, Henrique Nunes já deu mostras de como vai ser o casamento Legislativo e Executivo em Taubaté daqui para frente.
Fez discurso em Quiririm defendendo o Prefeito.
As vaias eram para o Prefeito Peixoto. Manifestação espontânea e pacífica de externar descontentamento com discursos e práticas políticas.
A alguns cidadãos só resta a vaia como reação a tantos desmandos.
Mas Henrique, sabe-se lá porquê, acabou se inflamando e fez uma incompreensível defesa do "Chefe".
Disse que quem estava vaiando o Prefeito era "uma turma de mal agradecidos" e que "antes não havia carnaval no Quiririm".
Incrível como esse tipo de "coação" ainda pode funcionar. Ouvíamos cidadãos simples de Quiririm dizendo: "aí, se a gente continuar vaiando, não vai ter mais nada aqui". Como se o carnaval não fosse feito pelo povo e para o povo. Como se o circo de quinta categoria armado ali valesse o aplauso comprado ou a vaia velada ou mesmo silenciada. Outros cidadãos, no entanto, continuaram vaiando a plenos pulmões e depois, suspiravam alviados dizendo ter lavado sua alma.
O Marcos Limão estava lá e deve ter registrado tudo. Cláudio Nicolini idem. E a TV Cidade, ah, a TV Cidade...
Isto é Taubaté.
Aguardo ansioso a matéria!
Paulo"


CONTATO falou com o vereador e presidente da Câmara Henrique Nunes (PV). Ele confirmou a história. Acrescentou que o grupo da ex-vereadora Goreti comandava a vaia. Goreti não estava no local. Foi Peixoto quem informou Henrique sobre o grupo de Goreti. O vereador defendeu Peixoto pelo que teria feito pelo Carnaval.
Quem assistiu, conta que foi vaia pra não botar defeito.

PREFEITURA PRECISA CURSAR MOBRAL

Um leitor nos enviou um emai: "Pessoal do Contato, por favor, entrem no seguinte link e apreciem o estupro à lingua portuguesa promovido nada mais nada menos pelo departamento de Educação de Taubaté".

A pedido do leitor, entramos no endereço:
http://educacao.taubate.sp.gov.br/eventual_online/




Ali se lê:
"Inscrições abertas para professores eventuais"
Em seguida, vem a pérola transcrita abaixo:

"ESTAMOS EM MANUTENÇÃO PARA MELHOR ATENDÊ-LO
Caso deseje efeturar seu cadastro de eventual, comparessa no Departamento de Educação"


A Prefeitura bem que podia se alfabetizar. Mesmo que seja pelo Mobral.

O que será que ensinam para nossas crianças?

domingo, 14 de fevereiro de 2010

ZÉ, HELP, PLEASE...



ELES SE ENTENDEM. E COMO...

Luizinho abaixo de $#* cobra

Deu no jornalão de São José de hoje, domingo, 14:
"Cogitado como futuro líder do governo na Câmara, o vereador Luizinho da Farmácia (PR) cobra da Prefeitura de Taubaté a instalação de telas de proteção no campo do Esporte Clube Quiririm. Resta saber se o vereador está com mais prestígio junto ao governo: o primeiro pedido de instalação do alambrado foi encaminhado em abril de 2008 e até agora não foi contemplado."

Luizinho, você que batalha pra ser lider, onde está seu cacife pra negociar com o prefeito Roberto Peixoto (PMDB)?

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Reflexos de um desgoverno

O tom político tomou conta da final do festival de marchinhas em Quiririm, distrito de Taubaté. Pra começar: duas moças extremamente fantasiadas se apresentavam ao público como sendo Luciana e Roberta. Entendeu?
Mas o pior ainda estava por vir. Quando o prefeito Roberto "Entendeu?" Peixoto (PMDB) subiu ao palco para a entrega da premiação para as marchinhas campeãs, recebeu uma vaia homérica do público. Acabado o discurso peixotista, o presidente da Câmara Municipal, Henrique Nunes (PV), tentou defender o prefeito e recebeu uma vaia maior ainda. São apenas os primeiros reflexos do desgoverno municipal... Aguardaremos os próximos lances.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Arruda está inconsolável



Arruda, governador do Distrito Federal preso ontem, não para de perguntar aos carcereiros onde estão os membros daquela outra quadrilha. Estou chateadérrimo. E você?

Zé Dirceu:: "Fui!!

E TAUBATÉ?

Ministro do Supremo nega habeas corpus, e Arruda vai passar Carnaval preso.

O ministro Marco Aurélio de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta sexta-feira (12) liminar em habeas corpus pedido na noite desta quinta-feira (11) pelos advogados do governador José Roberto Arruda (sem partido), para tentar reverter o decreto de prisão preventiva contra seu cliente. Com a decisão, Arruda deve passar o Carnaval preso na Superintência da Polícia Federal em Brasília.

Lula diz que não é bom para consciência política do Brasil um governador ser preso.

A prisão preventiva de Arruda foi decretada no final da tarde de ontem depois de votação no STJ (Superior Tribunal de Justiça). O governador chegou à Superintência da PF por volta das 17h40 de quinta, e passou a noite no prédio do Instituto Nacional de Criminalística.

“Conveniência recíproca”

Câmara aprova que 75 % dos cargos de gerência poderão ser ocupados por pessoas de confiança. Perguntado de onde a Câmara havia tirado os 75 %, o vereador Henrique Nunes, presidente da Câmara, foi objetivo: “o pau que bate em Chico, bate em Francisco”. Traduzindo, os vereadores aprovaram o pedido do prefeito sobre a contratação de até 75 % dos cargos de gerência por funcionários comissionados (de confiança, não concursados). Antes, porém, o prefeito havia solicitado 80 % e a Câmara havia aprovado 50 %, quando historicamente sempre fora da ordem de 25 %, enquanto no Legislativo era de 1/3.
A Câmara, então, preferiu se acomodar nos índices da Prefeitura? Trata-se de uma conveniência recíproca, responde o vereador Henrique Nunes. O presidente da Câmara acredita que agora não terá maiores dificuldades com o Ministério Público e com a Justiça da Vara da Fazenda uma vez que a versão aprovada da reforma administrativa atende todos os itens que haviam sido questionados pelo promotor e pelo juiz.
O vereador e ex-prefeito Mário Ortiz (DEM) foi o único vereador a votar contra essa proposta.

Esse e outro temperos você encontra na edição 443 do Jornal CONTATO, já nas bancas.

SE A MODA PEGA

PROCURADOR PEDE INTERVEÇÃO EM TAUBATÉ

Infelizmente, a manchete do jornais é "Arruda é preso por ordem do STJ e procurador pede intervenção no DF", seguida do lead "Governador poderia interferir nas investigações do inquérito Caixa de Pandora se ficasse solto, alegou ministro". Mas está chegando a hora dos taubateanos verem essa mesma manchete no Jornal CONTATO com os nomes dos inquilinos palacianos.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Ciumeira de Monteclaro

Cena 1
Prefeito pede para Jacir Cunha, presidente do PMDB e assessor de Peixoto, dar entrevista a uma rádio sobre o bilhete integração de ônibus da ABC Transporte com o TCTAU;
Cena 2
Terminada a entrevista, o mesmo repórter pede uma entrevista para o arquiteto Monteclaro César Júnior, que retornou à chefia do departamento de Trânsito;
Cena 3
Monteclaro, visivelmente incomodadao, responde ao repórter: "Não vou dar entrevista nenhuma. Se quiser, converse com o novo diretor do departamento de Trânsito", e apontou para Jacir Cunha.

Esse e outros temperos políticos estarão na edição de CONTATO da próxima sexta-feira,12.

OPINIÃO DO DIA

LIXO TERCEIRIZADO

Vereador Luizinho ex da Farmácia está incansável como futuro novo líder de Peixoto na Câmara Municipal. Ontem, terça-feira, 9, ele convidou um grupo de empresários portugueses que quer explorar o lixo de Taubaté como negócio lucrativo. Os empreendedores fizeram uma explanação "pública" para os "interessados". A imprensa não foi avisada. Será que o futuro líder do prefeito não sabe que nesse negócio só tem mafioso? EM TEMPO: fez tudo com o aval do Palácio Bom Conselho. Ora pois...
Colocar o DSU em ordem, em todos os sentido, dar condições de trabalho para coletores e fazer manutenção adequada da frota de caminhões não interessa ao Palácio e nem ao vereador. Exagero?

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

MARCHINHAS DE SÃO LUIZ

Acorda Pollyana

Preocupada com a desigualdade entre homens e mulheres, a vereadora e professora Pollyana Gama (PPS) sugeriu ao prefeito de Taubaté a criação de um Conselho Municipal de Políticas Públicas para mulheres, para garantir os direitos femininos.
O Conselho, segundo a vereadora, iria reforçar a relação efetiva entre população e o governo municipal ao "implementar políticas públicas que efetivem os direitos humanos das mulheres e elevem a sua cidadania, num sociedade justa e igualitária.”
A vereadora não faz qualquer referência à Casa da Mulher Vitimizada inaugurada há cerca de dois anos pela Prefeitura e que até hoje não recebeu um única mulher. Não seria mais lógico pressionar o prefeito para pelo menos atender as mulheres vítimas de violência doméstica em vez de apenas encaminhá-las ao Pronto Socorro? Mais um Conselho pra quê? Para contratar mais amiguinhos? Nossa sugestão: Vereadora, dá um pulo na Casa da Mulher Vitimizada e conta para o Jornal CONTATO o que viu.
EM TEMPO: Edição 416 de CONTATO, de 3 a 10 de julho de 2009, esse assunto foi reportagem de capa.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Haiti: uma breve reflexão



Escrito pelo defensor público Wagner Giron de La Torre em janeiro:
"Se há algum povo que tem o direito de depurar suas faltas pelas catástrofes vivenciadas em sua história, esse povo é o haitiano. Das insurreições capitaneadas pelo escravo liberto Toussaint Louverture até a imagem dos últimos três presidentes norte-americanos reunidos, neste início de século XXI, a anunciarem a criação de um Fundo Global de ajuda humanitária ao Haiti, correram dois séculos de intervenções estrangeiras, devastações naturais e políticas, ditaduras assassinas, genocídios e corrupção. Louverture liderou a luta pela independência do Haiti, país pioneiro na abolição da escravatura e primeira nação da América Latina a conquistar soberania. O escravo insurgente pagou caro por sua ousadia: morreu nas masmorras napoleônicas em 1803, sem ver a sonhada emancipação haitiana, conquistada no ano seguinte por seus generais.

Mal liberto do jugo francês, o Haiti foi invadido no início do século XX pelos marines norte-americanos, que fundaram a Companhia de Açúcar Estadunidense HASCO, centralizando toda a produção e exportação do açúcar haitiano – principal atividade econômica do país – até 1987. Aliás, numa nação marcada pela miséria endêmica, todas as empresas norte-americanas gozaram de isenções fiscais durante todo o século XX. Em 1957, no intuito de evitar a expansão de movimentos de transformações sociais e neutralizar a experiência revolucionária cubana no Haiti, o governo norte-americano financiou e investiu no poder Francois Duvalier, déspota conhecido como Papa Doc, mentor da papadocracia e responsável pela implantação de uma ditadura que perdurou por duas décadas de megalomania, fascismo, estupros e corrupção estrutural que legou ao povo haitiano um país devastado e um acervo de 30 mil pessoas assassinadas por sua milícia pessoal, os Tontons Macoutes. Duvalier era tão fiel às ordens de Washington que em 1961 lançou um programa para derrubada das florestas naturais localizadas na parte oriental do Haiti, com forte subvenção americana, que investiu US$ 13,5 milhões (cerca de 45% do orçamento haitiano) para custear o “programa de combate ao comunismo”.

Papa Doc e seus patrões da Casa Branca acreditavam que essas florestas abrigavam um foco da guerrilha comunista. Resultado: O Haiti, historicamente conhecido como a Pérola Verde do Caribe, transformou-se num grande deserto, fator a aprofundar a maldição da fome e miséria até hoje recaída sobre seu povo. Tudo isso, agregado aos desastres naturais, fazem do povo haitiano um dos mais sofridos deste conturbado orbe terrestre. Em 2004 os EUA resolveram seqüestrar o então presidente Jean-Bertrand Aristide, prestes a ser derrubado por intensa mobilização social que desejava reformas sociais no país, e, mais uma vez, impôs ao povo haitiano uma junta de títeres para “governar o país” à mercê da bula indicada por Washington. No último cataclismo operado nestes tempos de renovada intervenção, os mortos foram contados aos milhares, incluindo referências mundiais na luta em prol da dignidade humana, como Zilda Arns. Perdas irreparáveis, que deixam a comunidade global mais triste e órfã de sua própria humanidade. O povo haitiano, em sua história pioneira de lutas libertárias, sempre teve de pagar alto preço pelo “delito imperdoável” de querer deter nas mãos as ondas de seu próprio destino. Como se percebe, “as doações” do governo dos EUA não podem ser vistas como simples favores".

LIÇÃO DE CASA



Quem bate melhor? Quem tem a mão mais ágil? Lula ou Arruda?

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Edição 442 – de 5 a 12 de Fevereiro de 2010

Clique abaixo para ver a edição desta Semana




LUIZINHO EX-FARMÁCA É O NOVO LÍDER DE PEIXOTO NA CÂMARA 1

Diante de tanta ameaça vinda pelos lados da Justiça, o prefeito Roberto Peixoto (PMDB) buscou refúgio no velho e conhecido ninho... a sempre boa e generosa Câmara. Luizinho ex da Farmácia (PR) - não é mais proprietário de nenhuma farmácia - , líder ainda informal do Palácio Bom Conselho, já entrou em campo. Entre o ex-prefeito Mário Ortiz (DEM) e o eterno serviçal palaciano Chico Saad (PMDB), Luizinho não vacilou e indicou o pau-mandado para presidir a poderosa Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

LUIZINHO EX-FARMÁCA É O NOVO LÍDER DE PEIXOTO NA CÂMARA 2

Além de não cumprir um acordo que havia feito com seus pares, Luizinho deverá integrar a defesa de Peixoto para impedir qualquer iniciativa dos vereadores que porventura possa ameaçar a paz de cemitério do Palácio Bom Conselho. O presidente da CCJ pode simplesmente engavetar qualquer iniciativa parlamentar.

LUIZINHO EX-FARMÁCA É O NOVO LÍDER DE PEIXOTO NA CÂMARA 3

Na Câmara já existe uma bolsa de apostas sobre qual será a reação do ex-prefeito, vereador Mário Ortiz (DEM) quando souber que foi literalmente escanteado.
Esse e outros temperos políticos estão na edição impressa do Jornal CONTATO, nas bancas desde ontem, sexta-feira.

É CARNAVAL

Essa maravilha é a Rainha da Bateria da Escola de Samba Vai Quem Quer durante o último ensaio na sexta-feira, 05. Essa e outras fotos que serão pubicadas na próxima edição impressa do Jornal CONTATO renderam ameaças ao nosso fotógrafo. O maridão, que toca na bateria, veio tirar satisfação. O cara era enorme!! Foi preciso pedir um HELP pro Antônio SESI Jorge, presidente da escola de samba.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

ELES MERECEM !!!

Os palácios de Brasilia e Taubaté estão inconsoláveis.

CASA DA MÃE JOANA

TSE diz que Lula e Dilma não fizeram campanha antecipada, segundo a Agência Brasil. O relator Joelson Lima afirmou que nos discursos de Lula não há manifestações de apoio a qualquer eventual nos discursos feitos na inauguração da Barragem Setúbal, em Jenipapo, MG, no dia 19 de janeiro, menção a candidatura, pedido de voto, nem declarações que desabonem partidos oposicionistas ou seus integrantes. Se os jornais exibidos pelas TVs não mentiram, Lula e Dilma fizeram o quê então?

BURRÃO CONSEGUE PATROCINADORES

CONTATO flagra o final do almoço de dirigentes do Esporte Clube Taubaté com empresários em um restaurante no Quiririm nessa sexta-feira, 5 de fevereiro. Otávio Correa, presidente do Conselho Deliberativo do ECT, lê a última edição de CONTATO. À sua esquerda, Manoel Carlos Publicarte Júnior revela sua satisfação com o resultado da reunião. À direita de Otávio, Mário Campo Grande, dirigente da Daruma, novo patrocinador Master do ECT; Arthur De Biase, auditor e membro do da direção do ECT; e, quase escondido, Alexandre Racz, diretor da Viapol, um dos bons patrocinadores do Burrão. Será que desta vez vai?

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Malabarismo do coronel Sarney


Charge do amigão do presidente Lula selecionada para o Jornal CONTATO mas que não será publicada nessa edição

Mentiras do Diário Oficial de Taubaté

Machete do DT no final de semana: "TSE anula processo contra Peixoto". Data da informação: 19 de novembro de 2009. Fonte: advogados do prefeito. Maior anunciante do jornal: Prefeitura de Taubaté. Nenhuma palavra sobre as 4 cassações em primeira instância que deverão ser julgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral até fim de fevereiro.
Mais notícias no Jornal CONTATO impresso que estará nas bancas amanhã, sexta, pela manhã.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

ELEIÇÕES 2010: Pesquisa da CNT/Sensus enfraquece Ciro Gomes

Serra está com 33,2% de intenção de votos e Dilma 27,8%.
Se Ciro Gomes sai, Serra vai a 40,7% e Dilma fica com 28,5%

Marina Silva (PV), varia de 6,8% a 9,5%. Nesta semana, terá seus 10 minutos na TV no programa partidário do PV.

Sem Ciro, Serra levaria, hoje, no primeiro turno porque a soma dos votos de Dilma e Marina seria menor do que os votos do Serra. Uma boa desculpa para Ciro insistir em sua tese de que ele é necessário para haja segundo turno.

Margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais

Ciro caiu de 17,5% em novembro para 11,9% em janeiro, enquanto Dilma subiu de 21,7 para 27,8% no mesmo período. Isso abala a tese de que um segundo presidenciável governista reduziria as chances de vitória do governador de São Paulo, José Serra, pré-candidato do PSDB. Partidários de Ciro avaliam que ele precisa chegar a cerca de 20% das intenções de voto até março para tentar se manter na corrida presidencial. Tudo vai depender do programa eleitoral do PSB.

Os eleitores de Ciro seriam tucanos enrustidos?
Mas o papel de Ciro na campanha não seria apenas atacar o tucano Serra?

Eis algumas perguntas para serem respondidas em rodas de amigos.

LULA BONAPARTE RASGA LEIS E DESTRÓI INSTITUIÇÕES

ACIMA DAS LEIS

Carnaval: Blocos de SÃO LUIZ

Se a Prefeitura quisesse prestar solidariedade aos nossos irmãos Luizenses, em vez de promover nossas ôtoridades poderia buscar patrocínio para os blocos de lá que aqui se apresentassem. Mas os inquilinos do Palácio Bom Conselho gostam de marketing. De preferência com muito pedágio. Deu pra entender?

E R R A M O S

Na postagem "Seria só o tempo do verbo?" de sexta-feira, 29, cometemos um erro: o juiz eleitoral José Claudio não tem o sobrenome Ortiz, conforme foi divulgado. Consultado pelo nosso diretor, o Juiz afirma que "Não teria problema algum em ostentar tal sobrenome, que afinal é o da minha querida Avó Elza, que está prestes a completar 93 anos, e é também o da minha tão querida mãe, bem como de todos os meu queridíssimos tios e tias por parte de mãe. Não tenho motivo algum pra esconder isso, tanto que jamais escondi." Corrigindo, portanto, o certo é JOSÉ CLAUDIO ABRAHÃO ROSA, filho de Diva Ortiz Abrahão Rosa e de José Claudio Rosa. Pedimos desculpas ao magistrado.