terça-feira, 19 de janeiro de 2010

LUZ OU ILUSÃO?

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal rejeitou nesta terça-feira o recurso da Câmara Legislativa do DF para manter o deputado dinheiro na meia Leonardo Prudente (sem partido) na presidência da Casa. Com a decisão, Prudente terá que ser afastado do comando da instituição. Se Brasília é aqui, quem sabe a JUSTIÇA - 1a. e 2a. - também faça como lá e afaste o prefeito Roberto Peixoto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Em Taubaté não esta diferente.

Tem muito vereador ladrão e safado.

Com a palavra Rodson lima e o bunda mole do Alexandre Vilela.

Anônimo disse...

O que Suplici quer fazer em Taubaté. Também é um zero a esquerda.