quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Pizza no STF

O novo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) José Dias Toffoli apresentou hoje, 3, seu voto favorável para a não abertura de uma ação penal contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB/MG) - acusado de envolvimento em um suposto esquema de caixa dois durante sua campanha para reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998, num escândalo que ficou conhecido como "mensalão mineiro".
Para quem não se lembra, Toffoli foi indicado ao cargo pelo Presidente Lula. A indicação gerou (e ainda gera) muitas discussões acaloradas no meio acadêmico pelo fato do indicado ser apenas graduado em Direito, não ter notório conhecimento para ocupar o cargo (uma das prerrogativas para ser ministro do STF) e não ter conseguido passar num concurso público para Juiz. Ele também foi advogado do PT por muito tempo.
Se o novo ministro resolveu absolver o tucano, imagine o que pode acontecer na hora dele julgar os petistas envolvidos no escândalo do mensalão do Governo Lula. Oremos!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

É o que vai acontecer !Isso não me causa nenhum aspanto !!

Anônimo disse...

Espanto esse fato esta sendo corriqueiro pois em nossa cidade também acontece coisas que até Deus dúvida...

E os concursos nem se quer são respeitados.