quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Bastidores da Política

Em breve um grupo de petistas devem ser filiar ao PSOL de Taubaté. Eles andam inconformados com os rumos do PT. Por falar no PSOL, o professor da rede estadual Fernando Borges vai ser candidato a deputado federal pela sigla em 2010.

20 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma piada de mal gosto!!!
Mas como é bobo esse "fessôr"
Depu federal?????????? ahahahahaha

Anônimo disse...

Vão saír da "merda" prá entrar na bosta!!
SOCIALISTA SÓ QUER VIVER DEPENDURADO NAS "TETAS" DO ESTADO!
Ô CAMBADA DE VAGABUNDOS =S AO MST

Anônimo disse...

a hipotenuza ao quadrado é igual a soma do quadrado dos catetos...

Anônimo disse...

Temos um sociólogo no pedaço!!

Anônimo disse...

Tem "MST" do "PSOL" NO PARQUE AEROPORTO,NÃO É MESMO "FÊSSOR BORGES"???

Anônimo disse...

Pessoal não vamos generalizar. O Prof. Fernando Borges foi e continua sendo uma grata surpresa na sopa de letrinhas partidárias da terra de Lobato. Petistas históricos, vibraram nas últimas eleições, assistindo ao desempenho do referido professor nos debates de televisão, relembrando os bons tempos em que ostentar-se a estrêla do PT era símbolo de caráter, seriedade, contra toda e qualquer corrupção. Oxalá os quadros do PT que querem engrossar as fileiras do PSOL sejam companheiros desse passado recente. Temos certeza que o Professor Fernando Borges estará de braços abertos para congregar no PSOL todas as figuras de bom caráter que se disponham a deixar os Petralhas para trás. Nunca é tarde para reiniciar. Fora da honestidade e seriedade política não há salvação.

Anônimo disse...

O chefinho das invasões de terra no Vale quer ser deputado federal,só essa que faltava!MST tem que ser tratado é no"CACETE"

Anônimo disse...

Enquanto tiver otário se preocupando com meia dúzia de invasores denominados sem-teto e fazendo vistas grossas para a quantidade de terras que se cede oficialmente para pseudos-empresários fazerem negociatas e enriquecerem-se da noite para o dia Taubaté continuará com o título de município dos espertos!!

Anônimo disse...

Taubaté não é municipio dos espertos, se fosse, ah se fosse, o povo teria um prefeito e uma camara municipal servindo a cidade.
É justamente por ter um povo ingenuo que a impunidade e a safadeza tomou conta.

Anônimo disse...

É sim,terra dos espertos,´só que não é o povo!
Temos espertos na prefeitura desde o tempo do Wardô (Waldomiro de Carvalho
Depois vem a sequencia :Bernardo,Salvador,Bernardo (de novo)o maior espertalhão do pedaço,Mario ortiz (o priminho do veio) e assim por diante,e nóis Ó !!!Povão ! político nenhum presta,vereador nem se fala,eles brigam e brigam com o prefeito e ficam contente quando o prefeito não atende os seus pedidos ,porque é aí que eles manipulam a população pra ganhor votos !!

Anônimo disse...

Aqui não é terra de espertos, é terra de oportunista e safado.
È só dar uma olhada na prefeitura e na camara municipal.
Quem manda, é só especialista em se dar bem.
E o povo coitado, fica de mané.

Anônimo disse...

Taubaté,já foi terra de gente boa honesta e bonita! Hoje......que
lástima,gente ruim,desonestas,safadas
corruptas e feias....

Anônimo disse...

E or falar em PSOL,vejam só esta que aconteceu em uma escola municipal na 3ª feira(13): dois alunos (crianças
da 3ª série fund.) brigaram,coisa normal entre eles,mas as mães se envolveram e houve o famoso "barraco"
No dia seguinte,eis que o pai de uma dela é um sindicalista conhecido o pedaço estava na porta da escola criando um tumulto,imaginem só que esta lá!! onde há podridão tem VERMES!!Sabem quem??
O pretendente à depu federal
O "fessor fernando borges"" (as letras minuscula são de proposito)
Pode uma coisa dessa? É um fdp mesmo! só pode ser!!! Ô raça !!

Anônimo disse...

Fala-se muito em "terra de Lobato"
mas não se esqueça que Lobato bateu até a poeira dos seus sapatos ao entrar no trem que o levou embora de Taubaté. Por que será ???? Hum...

Renan disse...

Nossa, o MST oferece margem para diversas críticas, mas as que leio aqui não passam de factoides manjados de revista VEJA. É uma pena q a discussão se limita a isso. E o homem ai defensor dos pé vermelho tem meu voto.

Anônimo disse...

anônimo do dia 14, só para mim entende, o prof. fernando borges que estava brigando na porta da escola?

Anônimo disse...

Ao anônimo das 16:06 queira me desculpar pela correção que vou fazer
O correto seria dizer:
"para eu endender".
Quanto ao "fernandão" ele não estava brigando,nem poderia mas estava lá
para "marcar terreno" endendeu?
Político é igual a urubú,onde tem "carniça" tá ele lá para fazer média
com a população.Mas tem limite,ele é muito bobo em pensar que engana agindo assim......

Anônimo disse...

Cambada de gente subdesenvolida e tapada: como foi que o atual presidente da república chegou lá?
Vocês acham que foi praticando atos diferentes dos praticados pelo Prof. Fernando Borges?

Anônimo disse...

enquanto se comenta Fernando Borges a cambada da prefeitura faz a festa com transações por de trás das cortinas , e até pela frente porque hoje esta uma vergonha.A Camara Municipal tem dois ou treis que tentam brigar por alguma coisa mais infelizmente não é possivel parece que o Peixoto e esposa estão blindados, nada acontece até o Padre está comendo na mão do Prefeito.Oremos!!!!!!

PSOL50 disse...

Coragem aos anônimos!!!

Gosto de debater com pessoas que mostram sua cara. Quem faz comentários e t~em medo de assumir sua identidade deve estar levando muitas vantagens com a atual situação política local. Eu tenho endereço e arena para os debates e convido todos os anônimos para os debates na APEOESP, ONG GECA, ASSOCIAÇÃO DE BAIRRO DA VILA SÃO JOSÉ, PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE E E.C. NOVA AMÉRICA. Não tenho medo do debate e não pago a mídia para falar bem de mim. Não frequento a mídia movida a rango e não tenho relações com pilantras. Sou uma pessoas comum só que não tenho preço, defendo minhas convicções e detesto anônimos bunda mole. Quero participar da política sim mas antes de estabelecer minha ambição já estabeleci minha ética. Estou sim do lado do trabalhador, seja ele sem terra ou sem teto, explorado ou desenpregado. Eles são meus heróis e não os empresários ou banqueiros. Todos sabem meu endereço e os locais que frequento é só aparecer para fazer o debate de frente e honesto estou a disposição.

Fernando Borges (cidadão)