quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Cartas e reparos

Diferentemente do que foi informado na postagem "Unitau: um exemplo de ensino", a Universidade de Taubaté não errou ao escrever "trassado" e "deuzes" na propaganda veiculada sobre a feira de orientação vocacional promovida pela instituição. Motivo: o erro foi intencional.

8 comentários:

Anônimo disse...

Ainda assim, foi de muito mal gosto.
Partindo de uma universidade isso não deveria acontecer.
Brincadeira sem graça.
Na tv o casseta e planeta faz isso, mas é um programa de humor, não tem compromisso com a educação.
O pior é que não sou a unica pessoa a discordar do feito.
Desde o começo eu sabia q/ o erro éra intencional, ainda assim ficou feio.

mr richard disse...

A fundação Carlo Bronco Dinossauro vai processar a unitau por apropriação indébita.A verdadeira classe de humoristas repudia mais essa tentativa de concorrencia desleal. Seu Obiturado pede que expliquem a piada de novo. esse post é dirigido aos maiores de 45 anos.

Anônimo disse...

Como a gente faz para saber quando a UNITAU está brincando e quando está falando sério? Por exemplo quando a gente lê o seguinte despacho do Juiz no processo 625.01.2008.004082-0/000000-000 - nº ordem 249/2008 - Ação Civil Pública - MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO X UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ E OUTROS:
15.Pois bem! Os auto não podem, ainda, receber o despacho saneador. É que chegou a esta Unidade Judiciária o ofício PJ 0015/2009, da lavra do Doutor Mário Sérgio Ferreira, atual Chefe da Procuradoria Jurídica da Unitau, dando conta de que não mais pertencem aos seus quadros os Doutores João Irineu Marques e Jorge do Carmo, o primeiro que a defendia e o outro que defendia a requerida Maria Lucila Junqueira Barbosa. A Serventia deverá juntar sua cópia nestes autos para que a todos seja dada ciência. É o que recomendo.
Então perguntamos: como é que quando a gente acessa a página do Departamento Jurídico da UNITAU continua aparecendo o nome dos dois como empregados da entidade????!!

Anônimo disse...

A audiência do Blog do Jornal Contato está altíssima na Administração Superior da Unitau, bastou denunciarmos que ludibriaram o Sr. Juiz do Processo retromencionado e já atualizaram a página do Departamento Jurídico, com novos titulares, porém um dos informados como desligados do quadro de empregados pelo jeito naum quer largar o osso de jeito nenhum. Consta no folclore da instituição de ensino que esse causídico "naum perde causas jurídicas". Os advogados da comunidade se divertem com essa pretensão do primeiro damo da Pró-Reitoria de Finanças da universidade.

Anônimo disse...

A Unitau se tornou uma extenção da prefeitura.
Que pena.
Acho que educação não deveria se enrolar em escandalos disso ou daquilo.
Se continuar assim daqui a pouco os universitarios vão se dividir em três grupos: os beneficiados sem precisão, os sem precisão que pagam e os que precisam e não tem como pagar-devem.

Anônimo disse...

Não, não nos enganamos, não é primeira-dama, é o primeiro-damo da pró-reitoria de finanças que naum quer largar o osso, a boquinha na assessoria jurídica da UNITAU. Nepotismo?? Que é isso companheiro!! Trata-se de falta de vergonha na cara mesmo ou então fidelidade à m.reitora. Vão morrer afogados abraçadinhos. Quem viver verá!!

Anônimo disse...

Audiência do blog na Unitau?, como disse o post de 18 de Setembro de 2009 22:49. Deve ser o lambe botas oficial que fica de vigilância. Coitado. Dá dó de você. Vai trabalhar rapaz...

Anônimo disse...

Huahuahuahua!!! Eu naum disse: o blog do Jornal Contato está bombando na Administração Superior da Unitau.
Naum sobrou nem o Primeiro-Damo da pró-reitoria de finanças para contar prosa. Quem quiser conferir é só acessar o link:
http://www.unitau.br/universidade/reitoria/procuradoria-juridica

É a velha história: quem tem tem medo naum é mesmo?