quarta-feira, 29 de julho de 2009

Processos Eleitorais

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo julga amanhã, quinta-feira, 30, dois mandados de segurança impetrados pelos advogados do prefeito cassado Roberto Peixoto (PMDB). O primeiro será referente ao processo 183/08, que cassou o prefeito por caixa dois. O segundo, que está sob segredo de Justiça, será referente ao processo 188/08, que cassou o prefeito por compra de votos. Ambos mandados se referem ao suposto atraso da Justiça Eleitoral na inlcusão da vice-prefeita Vera Saba (PT) no polo passivo das ações.

3 comentários:

Anônimo disse...

QUEM SERA O NOVO CORRUPTO DA CIDADE? PORQUE DEIXAR DE GANHAR UM SALARIO MUITO MAIOR QUE DE DEPUTADO , E TROCAR POR UM SALARIO DE PREFEITO? O QUE A PREFEITURA TEM DE TAO ESPECIAL ASSIM? ALGUEM QUE CONHECE ESSE TIPO DE ASSUNTO PODERIA ME EXPLICAR?

Manoel disse...

QUE PENA QUE O EXMO.SR.PREFEITO MUNICIPAL QUE SENDO UM CATÓLICO, AMANTE E FIEL A SANTISSIMA COMUNHÃO SE DEIXE SE CORROMPER POR CAUSA DO PODER TERRENO! DEVERIA TER UM POUCO DE DIGNIDADE COMO TAMBÉM A VICE-PREFEITA DEVERIAM RENUNCIAR AO CARGO PARA PODER SE DIGNAR A PODER VOLTAR AO CARGO NA PRÓXIMA LEGISLATURA?
MANOEL ANTONIO DOMINGUES DE CASTRO NETO TAUBATÉ/SP

Anônimo disse...

Acredito q/ ninguem se deixa envolver por nada, a ocasião faz o ladrão.
Só se corrompe quem na alma já está corrompido, carater é coisa de dentro prá fora.
Em politica tanto faz o sujeito ser eleito prá isso ou prá aquilo, o salario é o q/ menos importa, é o que se ganha alem do salario é que chama a atenção.
Se fosse prá politico viver de salario e trabalhar, o cargo não valeria a responsabilidade de servir o povo bem, é a boa vida , o poder e o dinheiro q/ leva o sujeito a vender a mãe se preciso for.
Essa raça que só quer se dar bem a qualquer custo só terá fim quando as leis forem de verdade e o povo tiver instrução de qualidade.