quinta-feira, 16 de julho de 2009

Censura do governo

No final do mês de junho, blogueiros do Azerbaijão, país situado à fronteira entre a Europa e a Ásia, divulgou uma obra irônica: um vídeo em que um jumento participa de uma entrevista coletiva na qual jornalistas balançam a cabeça com ar de seriedade.

Vestindo uma fantasia de mula, Adnan Hajizada participa de uma entrevista onde jornalistas perguntam de forma crítica o motivo dos altos preços pagos pela importação dos animais. O vídeo foi um bem-humorado recado para o governo, acusado pela mídia local de ter pago preços exorbitantes para importar jumentos.

Resultado: Hajizada, de 26 anos, Emin Milli, de 30 anos, foram presos na semana passada em Baku. O fato representa a mais cristalina ameaça à liberdade de imprensa naquele país. Eles são acusados de perturbar a ordem pública. O governo justifica tal acusação com uma suposta briga num restaurante em que os dois estariam envolvidos.

No Azerbaijão e em outros países da região, o uso da internet aumenta com as restrições impostas às outras mídias.

O blog de CONTATO conseguiu encontrar o vídeo na internet. Ele apresenta um "jumento" como a estrela principal. Acompanhe.


2 comentários:

Anônimo disse...

Já que neste espaço não há censura, vamos estabelecer uma ordem mínima: Uma coisa é "o lambe-botas oficial da Reitora", outra coisa é "o primeiro lambe-botas da reitora". Agora sim, quando o sobrinho preferido de Tia Anastácia referir-se a eles, todo mundo vai saber de quem se está falando.

Gilmarortb disse...

olha o peixoto ai só faltou o chifre