terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Protesto

Os motoboys de Taubaté cobraram nesta manhã soluções para os problemas da categoria que já se arrastam há pelo menos dois anos. O vereador Rodson Lima (PP) passava pelo ponto de mototáxi, conhecido como "Ponto da Pernanbucanas", que fica no Centro, e foi parado. CONTATO chegou em seguida e registrou tudo.

Uma das reivindicações dos motoboys é a instalação de uma cobertura devido ao sol e à chuva. Eles desejam locais fixos e seguros para atender seus clientes, como os taxistas, no Taubaté Shopping, na Prefeitura, na Praça Dom Epaminondas, no Ponto Frio e na Rodoviária Velha, entre outros.



Há também a denúncia de que motoqueiros realizam o serviço na clandestinidade. Uma das propostas para esse problema é aumentar a fiscalização por parte do Departamento de Trânsito.

No ano passado, uma manifestação dos motoboys partiu do Taubaté Shopping, passou pelo Departamento de Trânsito e terminou na Prefeitura. Na ocasião, as reivinidicações foram entregues pessoalmente ao prefeito Roberto Peixoto (PMDB). Mas os problemas continuam.


A situação dos motoqueiros trabalhadores está refletida na segunda foto: puro improviso.
Pregado ao poste, um pedaço de madeira registra a chegada dos motoqueiros para servir
como referência na ordem dos atendimentos.

Fotos: Marcos Moraes
Posted by Picasa

2 comentários:

Márcia Campos disse...

A situação dos motoboys é realmente caótica, mas é necessário observar que para requerer determinados direitos eles devem também cumprir determinados deveres, se analisarmos quantos deles estão legalizados ou cumprem as determinações que regem a profissão perceberemos alguns equivocos...rs

Anônimo disse...

que eles proprios estam reclamando a falta de fiscalização e a exigencia das carteirinhas de identificação dos mesmos , para combater a clandestinidade , que atrapalha e muito o desenvolvimento do cotidiano .